Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Mostra de Língua, Arte e Literatura movimenta o campus
Início do conteúdo da página

Mostra de Língua, Arte e Literatura movimenta o campus

Publicado: Sexta, 11 de Maio de 2018, 12h05

mostrartesPG 4

Com o tema “Reinventando tradições pelo Brasil afora”, a 2ª Mostra de Língua, Arte e Literatura do campus Porto Grande foi realizada nos dias 4 e 5 deste mês, com apresentações de música e dança, concurso de poesias e artes visuais, exposições e mesas-redondas, entre outras atividades. Mais de 500 pessoas, entre estudantes dos cursos técnicos, servidores e comunidade em geral, participaram da programação.

“A mostra é um projeto de ensino, de caráter interdisciplinar, com objetivos de desenvolver ações de valorização e reflexão das línguas, artes e literaturas junto à comunidade escolar e refletir sobre as tradições culturais que formam a identidade do povo brasileiro em suas mais variadas regiões e influências”, explicou a coordenadora, professora Teresinha Mescouto.

O diretor do campus, Lutemberg Santana, considera eventos como a Mostra de Língua, Arte e Literatura fundamentais para estimular os estudantes a aplicarem os conhecimentos que foram adquiridos durante o seu processo de aprendizagem no instituto. “Devemos cada vez mais fomentar eventos com esse escopo, pois potencializa a criatividade e a busca por conhecimento por parte dos nossos alunos”.

Na abertura, a estudante Izabelly Aranha cantou o hino do Ifap e foi apresentada uma performance inspirada na música “Aquarela do Brasil”, com coreografia da aluna Regiane Brazão e participação de alunos dos cursos subsequente, integrado e Proeja, com organização do professor Oscar Serrano.

A programação prosseguiu com a mesa-redonda intitulada “Línguas, ensino e formação de leitores”, com participação das professoras Teresinha Mescouto, de língua portuguesa e literatura, Maria Estela Nunez, de língua espanhola, e Tatiana Pereira, de língua inglesa. Houve ainda a apresentação do grupo “Berço do Marabaixo” por alunas do curso Técnico em Agronegócio 17.1.

Exposições

No segundo dia do evento, foram montadas exposições organizadas pelos alunos, acompanhados pelos professores, sobre música, dança, culinária, arte, língua, linguagem e literatura. Os temas e respectivos autores foram os seguintes:

  • “Bonsai” (aluno do Proeja Wanderson Gonçalves)
  • “Museu de arte, língua, literatura e cultura americana: Hollywood e Broadway – Um olhar para a 2ª Guerra Mundial” (alunos de Agropecuária 3º A/B, Agroecologia 17.2 e Agronegócio 16.2)
  • “A cultura do brega” (alunos de Agroecologia 2º A)
  • “Gêneros musicais brasileiros” (alunos de Agronegócio 2º A)
  • “AgroRAVEologia” (alunos da Agroecologia 1º A”
  • “A influência da imigração na cultura brasileira” (alunos da Agropecuária 2ª)
  • “Variação linguística no Brasil” (alunos do Curso de Agronomia e Agroecologia 18.1)
  • “O Cortiço” (alunos do Proeja 16.2)
  • “O Romantismo no Brasil” (alunos do Proeja 17.1)
  • “Linguagem digital” (alunos do curso de Agronomia)
  • “Historiografia dos índios Waiãpi” (alunos de Agronegócio 1 A)
  • “Diversidade religiosa no Brasil” (alunos de Agronegócio 17.2)
  • “Literatura de Cordel” (alunos de Agropecuária 1 A)
  • “Café literário” (alunos de Agronomia)

A programação da manhã se encerrou com roda de capoeira promovida pelo grupo “Raízes do Brasil” e à tarde foi realizada a mesa de debates “Experiências poéticas”, mediada pela professora Jaqueline Sanches, com a participação do poeta Izaías Cunha e do diretor Lutemberg Santana. A programação seguiu com o Concurso de Poesias e artes visuais, com oito alunso inscritos. Em primeiro lugar ficou a aluna Ana Keise Pantoja Silva, do segundo ano do curso Agronegócio, seguida de Vitor Pereira de Almeida e Vitória Cristina Silva Moreira. Do concurso de artes participaram sete alunos, entre os quais se destacaram Marlon Dias Souza em primeiro lugar, seguido de Gustavo Bentes e de Bruno Itamar Santana.

No palco houve ainda apresentação das alunas do curso de balé da Escola CERA, dos alunos da turma de Agropecuária com as danças latinas Bachata e Londo, coordenadas pela professora Maria Estela Nunez. A programação foi encerrada com apresentação do show de calouros e performance musical dos professores Miguel Neto, Raí Brasão e Pablo Sampaio (campus Santana). Do show de calouros participaram 11 estudantes, tornando-se vencedora Vera Lúcia Costa Freitas, do curso de Agroecologia 2ºA. Em segundo e terceiro lugares, ficaram, respctivamente, Diana dos Santos de Oliveira e Iranilson Barbosa.

Conhecimentos interdisciplinares

Estudantes e servidores consideraram a 2ª Mostra de Língua, Arte e Literatura uma oportunidade de aprendizado. “Conhecer essa diversidade é importante para o desenvolvimento de novas opiniões para todos nós enquanto alunos, comunidade e Instituto, já que somamos um diversidade de culturas e opiniões”, opinou a aluna Richelly Mendes da Costa, 25 anos, da turma Agronegócio 17.2.

Para a coordenadora geral de Ensino, Jose Kelly Tavares, a utilização de projetos interdisciplinares como metodologia didática diversificada na prática docente é ressignificar a ação entre o ensinar e o aprender, possibilitando que sejam desenvolvidas as mais diversas habilidades que transcendem as paredes de uma simples sala de aula.

“Pela reação dos estudantes e público externo, podemos afirmar que o evento alcançou seu objetivo ao nos proporcionar a reflexão acerca da diversidade e riqueza cultural presente em Porto Grande, Amapá e Brasil. Eventos como este, de natureza interdisciplinar e que exploram metodologias diversificadas, possibilitam a construção de saberes, estimulam a criatividade, afloram a curiosidade, fomentam a vontade de aprender, garantem maior interação entre os estudantes, professores e comunidade externa e permitem que os alunos mais retraídos em sala de aula possam se expressar”, avaliou o diretor de Ensino, Breno Henrique Pedroso de Araújo.

Com a coordenação da professora Teresinha Mescouto, comissão organizadora foi formada pelos servidores Eliane Brison, Fabrício Ribeiro, Ione Cabral, Jaqueline Sanches, Maria Estela Nunez, Miguel Neto, Oscar Serrano, Patrícia Pinheiro, Raí Brazão, Tatiana Pereira e Valneres Lima.

Colaborou Teresinha Mescouto, servidora do campus Porto Grande

Departamento de Informação, Comunicação e Eventos - Deice
Instituto Federal do Amapá (Ifap)
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Twitter: @ifap_oficial
Facebook:/institutofederaldoamapa

registrado em:
Fim do conteúdo da página